O ensino de Geografia como uma hermenêutica instauradora

Autores

  • Nelson Rego
  • Dirce Maria Antunes Suertegaray
  • Álvaro Heidrich

Resumo

O artigo apresenta-se estruturado através de um diálogo para melhor comunicar a dimensão dialógica sobre a qual ele reflete, que é a rede de práticas desenvolvidas nos Cursos de Graduação e Pós-Graduação em Geografia, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, no que se refere à relação geografia/educação em práticas extensionistas. A geografia e o ensino de geografia são propostos como uma hermenêutica, no sentido de que uma hermenêutica pode ser entendida como um sistema de conceitos que se definem na relação entre si e que, em seu conjunto, aplicados à análise de um texto, são capazes de enunciar aspectos desse texto inacessíveis a uma leitura restrita ao nível do apenas imediatamente manifesto, sendo que o sistema interpretativo acaba por definir o próprio entendimento do que seja texto, para além do que usualmente entendemos como sendo textos propriamente ditos. Exemplos: os sonhos, as linguagens corporais, a arquitetura. O texto interpretado pela geografia é o espaço geográfico. A geografia e o ensino de geografia são também propostos, mais especificamente, como uma hermenêutica instauradora, no sentido de que a interpretação não encontra apenas um ponto final na interpretação do objeto, mas também um ponto inicial –propositivo, desejante – para a intervenção transformadora na relação com o objeto. Três exemplos diferenciados de práticas são expostos e debatidos.

Biografia do Autor

Nelson Rego

Professor nos Cursos de Graduação e Pós-Graduação em Geografia, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Dirce Maria Antunes Suertegaray

Professora  nos Cursos de Graduação e Pós-Graduação em Geografia, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Álvaro Heidrich

Professor nos Cursos de Graduação e Pós-Graduação em Geografia, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Downloads

Publicado

2015-05-24

Como Citar

REGO, N.; ANTUNES SUERTEGARAY, D. M.; HEIDRICH, Álvaro. O ensino de Geografia como uma hermenêutica instauradora. Terra Livre, [S. l.], v. 1, n. 16, p. 169–194, 2015. Disponível em: https://publicacoes.agb.org.br/terralivre/article/view/355. Acesso em: 16 jul. 2024.