Ensino de geografia e a cidade: representações nos desenhos dos alunos da Escola Indígena Tatakti Kyikatejê – Aldeia Gavião – Bom Jesus Do Tocantins-Pará

Autores

Palavras-chave:

Ensino de Geografia, Cidade, Desenho, Escola Indígena

Resumo

O artigo tem como objetivo apresentar e discutir as análises dos desenhos sobre “cidade”, produzidos durante a aula de Geografia por alunos (as) da escola indígena Tatakti Kykatejê, localizada em uma aldeia indígena no município de Bom Jesus do Tocantins, Pará. A realização dessa pesquisa partiu-se do método qualitativo, além das metodologias utilizadas divididas em dois momentos: 1) discussões e análise bibliográfica acerca da temática “Cidade no Ensino de Geografia” e 2) Resultados da elaboração de desenhos dos alunos”. A cidade é uma dimensão do vivido que apresenta os lugares da vida dos sujeitos, que pode ser utilizada para potencializar a construção de conhecimentos significativos nas aulas de Geografia, podendo ser explorada para fins pedagógicos e sociais. A partir dessa atividade, foi possível demonstrar a visão dos alunos indígenas, que trouxeram consigo as suas concepções e a relação tão próxima com as cidades, desmitificando a cidade como algo tão distante; descontruindo o estereótipo genérico associado a eles.

 

 

Biografia do Autor

Dionel Barbosa Ferreira Júnior, UFT

Mestrando em Geografia na Universidade Federal do Tocantins (UFT) e Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Jonatan Carneiro de Jesus, Unifesspa

Graduando em Geografia na Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa).

Dr Robson Alves dos Santos, Unifesspa

Doutor em Geografi a pela UFG/Goiânia , Mestrado e Graduação em Geografi a pela UFG (Campus Catalão). Atualmente é professor efetivo da Universidade Federal do Sudeste do Pará (UNIFESSPA) Unidade Marabá.

Dr Marcus Vinicius Mariano de Souza, Unifesspa

Doutor em Geografi a pela Universidade Federal de Uberlândia (2015), com período sanduíche na Universidade de Lisboa, Portugal.Mestre em Geografi a (2009) e graduação (licenciatura e bacharelado) também pela Universidade Federal de Uberlândia (2006). Atualmente é professor efetivo da Universidade Federal do Sudeste do Pará (UNIFESSPA) Unidade Marabá.

Referências

AGUILAR, Flor Magali Lopez; NORDER, Luiz Antonio. A escola na cidade e a escola na aldeia: a criação do colégio estadual indígena benedito rokag, terra indígena kaingang apucaraninha (tamarana/pr). Espaço Ameríndio, v. 10, n. 2, p. 11, 2016.

AMPARO, s. dos s. (2013). Questão indígena como questão urbana: notas para a construção de uma problemática geográfica. ensaios de geografia, 1(2), 32-58. recuperado de https://periodicos.uff.br/ensaios_posgeo/article/view/36242.

CALLAI, Helena Copetti. A Geografia ensinada: os desafios de uma educação geográfica. In: Formação de professores: conteúdos e metodologias no ensino de Geografia. Orgs. MORAIS, Eliana Marta Barbosa de & MORAES, Loçandra Borges de. Goiânia: Editora Vieira, NEPEG, 2010.

CARLOS, A. F. A.. I Simpósio Nacional de Geografia Urbana. Boletim Paulista de Geografia, São Paulo, v. 15, 1989.

CARLOS, A. F. A. A prática espacial urbana como segregação e o direto á cidade como horizonte utópico. In: Pedro Vasconcelos;Roberto Lobato Correa; Silvana Pintaudi. (Org.). A cidade contemporânea: segreagação espacial. 1ªed.São Paulo: Editora Contexto, 2013, v. , p. 95-110.

CARVALHO SOBRINHO, Hugo. A CIDADE E O ENSINO DE GEOGRAFIA: significação a partir das práticas espaciais cotidianas. Itinerarius Reflectionis, v. 14, n. 2, p. 01-12, 2018.

CARVALHO, A. M. P. et al. Ciências no ensino fundamental: o conhecimento físico. São Paulo: Scipione, 2007.

CAVALCANTI, L. S. Geografia e práticas de ensino. Goiânia: Alternativa, 2002.

CAVALCANTI, L. S. Jovens escolares e sua Geografia: Práticas espaciais e percepção no/do cotidiano da cidade. In: CAVALCANTI, Lana de Souza; CHAVEIRO, Eguimar Felício; PIRES, Lucineide Mendes (Org.). A cidade e seus Jovens. Goiânia: Ed. da PUC Goiás, 2015. p. 13-29.

CAVALCANTI, L. S. Jovens escolares e a cidade: concepções e práticas espaciais urbanas cotidianas. Caderno Prudentino de Geografia, n. 35, p. 74-86, 2013.

CAVALCANTI, L. S.. Geografia escolar e a cidade: Ensaios sobre o ensino de Geografia para a vida urbana cotidiana.- Reimpressão. 5. ed. Campinas-SP: Editora Papirus, 2012. 190p.

COHN, Clarice. A cultura nas escolas indígenas. In: CARNEIRO DA CUNHA, Manuela; NIEMEYER CESARINO, Pedro (Org.). Políticas culturais e povos indígenas. São Paulo: Unesp, 2014. p. 313-336.

CORRÊA, Roberto Lobato. O Espaço Urbano. São Paulo, Ática, 1989.

DANTAS, Thiago Calheiros; DOS SANTOS, Maria Francineila Pinheiro; DA SILVA, Ana Paula Lopes. O DESENHO COMO RECURSO DIDÁTICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA. Revista Contexto Geográfico, v. 1, n. 2, p. 52-61, 2016.

FURTADO, Tanara Forte; KAERCHER, Nestor André. Educação geográfica nos anos iniciais do ensino fundamental: a percepção infantil sobre a diferenciação social em espaços da cidade. Revista Signos Geográficos, v. 3, p. 1-21, 2021.

FREIRE, Paulo, 1921 – 1997 Política e educação: ensaios / Paulo Freire. – 5. ed - São Paulo, Cortez, 2001. (Coleção Questões de Nossa Época ; v.23)

Instituo Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Censo demográfico 2010.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Censo Escolar, 2015. Brasília: MEC, 2015.

JULIASZ, P. C. S.; ALMEIDA, R. D. As relações entre desenho e representação espacial na infância: um estudo sob a ótica da teoria sócio-cultural e das relações tempo-espaço-corpo. In: I Congresso Barsileiro de Organização do Espaço e X Seminário de Pós Graduação em Geografia da Unesp - Rio Claro, 2010, Rio Claro.

LIMA, Janete Aparecida de; THOMAZ, Sérgio Luiz. O estudo do lugar e a formação do aluno cidadão. In: PARANÁ, Secretaria de Estado da Educação. O professor PDE e os desafios da escola pública paranaense: produções didático pedagógica, 2008. Curitiba: SEED/PR., v. 2, 2011. (Caderno PDE). Acesso em: dezembro de 2021.

LEFEBVRE, H. A vida cotidiana no mundo moderno. São Paulo: Ed. Ática, 1991. P 5 – 76

MALHEIRO, Tatiane de Cássia Costa. (Etni)Cidade Indígena na Amazônia : Por uma geografia do contato interétnico. Niterói, 2019. Tese (doutorado)-Universidade Federal Fluminense, Niterói,

MOREIRA, M. A. Aprendizagem significativa crítica. Porto Alegre: Instituto de Física/Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2005.

MOTA, Lúcio Tadeu (org.). As cidades e os povos indígenas. Mitologias e visões. Maringá: EDUEM, 2000.

NIMUENDAJÚ, Curt. Os Apinayé. Belém: Museu Paraense Emílio Goeldi, 1956.

NUNES, Eduardo Soares. Aldeias urbanas ou cidades indígenas? Reflexões sobre índios e cidades. 2010.

OLIVEIRA JR., Wenceslao Machado de. A produção da escuta a partir de imagens. In: ENCONTRO NACIONAL DE PRÁTICA DE ENSINO DE GEOGRAFIA, 8., 2005, Dourados. Anais... Dourados, 2005. p. 1-25.

Pesquisa nacional por amostra de domicílios: PNAD: microdados. Rio de Janeiro: IBGE, 2015.

TRINDADE JR., S. C.; PEREIRA, J. C. C. Reestruturação da rede urbana e importância das cidades médias na Amazônia oriental. In: SPOSITO, M. E (org.). Cidades médias: espaços em transição. São Paulo: Expressão Popular, 2007. p. 313-342.

Downloads

Publicado

2022-12-29

Como Citar

BARBOSA, D.; CARNEIRO DE JESUS, J.; ALVES DOS SANTOS, R.; VINICIUS MARIANO DE SOUZA, M. Ensino de geografia e a cidade: representações nos desenhos dos alunos da Escola Indígena Tatakti Kyikatejê – Aldeia Gavião – Bom Jesus Do Tocantins-Pará . Terra Livre, [S. l.], v. 1, n. 58, p. 356–382, 2022. Disponível em: https://publicacoes.agb.org.br/terralivre/article/view/2267. Acesso em: 30 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos