Reflexões teóricas sobre planejamento urbano e cidadania

Autores

DOI:

https://doi.org/10.62516/terra_livre.2023.3468

Palavras-chave:

Cidade, Participação democrática, Produção do espaço urbano, Planejamento

Resumo

Com o presente trabalho objetiva-se discutir as bases teóricas do planejamento urbano associado à participação popular e o exercício da cidadania, fatores estes que são essenciais para a produção de um espaço urbano menos desigual, no qual prevaleça a justiça social. Para tanto optou-se por uma abordagem qualitativa, com levantamento bibliográfico e discussão teórica pautada em autores que se dedicam a essa problemática, como Souza (2002, 2006); Lefebvre (2001, 2019); Freire (1967, 1983, 2017) entre outros. Entende-se que o planejamento remete à ideia de futuro e   a gestão urbana, tem a perspectiva de que gerir está vinculada ao presente, logo, gerir significa administrar o que foi planejamento em outro momento mediante a participação da sociedade. As conclusões desta pesquisa sinalizam que ambos devem estar fundamentados na participação democrática, para o efetivo exercício da cidadania por parte dos sujeitos sociais que produzem e vivenciam o espaço urbano.

Biografia do Autor

Francisco Manoel de Carvalho Neto, Universidade Estadual de Londrina

Doutorando e Mestre em Geografia pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Estadual de Londrina/UEL. Professor da rede pública do Estado do Paraná.

Ideni Terezinha Antonello, Universidade Estadual de Londrina

Doutora em Geografia, Professora Associada no Departamento de Geografia e no Programa de Pós-Graduação em Geografia (Mestrado/Doutorado) da Universidade Estadual de Londrina/UEL. Pesquisadora CNPq - Bolsa PQ2 bolsista.

Léia Aparecida Veiga, Universidade Estadual de Londrina

Doutora em Geografia. Professora no Programa de Pós-Graduação em Geografia (Mestrado/Doutorado) da Universidade Estadual de Londrina/UEL.

Referências

ANTONELLO, I. T. Perspectivas dos instrumentos democráticos de planejamento e gestão do território urbano: as formas de participação da sociedade. Ra’ e Ga, v.42, pp. 133 - 148, dez./2017. DOI: https://doi.org/10.5380/raega.v42i0.46688

ARAÚJO, J. A. Sobre a cidade e o urbano em Henri Lefebvre. GEOUSP - Espaço e Tempo, São Paulo, nº 31, pp. 133 - 142, 2012.

BRAGA, R. Plano Diretor Municipal: três questões para discussão. Caderno do Departamento de Planejamento, Faculdade de Ciências e Tecnologia-Unesp, Presidente Prudente, v.1, nº 1, p.15-20, ago. 1995.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília: Edições Câmara, 2012.

BRASIL. Estatuto da cidade: Lei n. 10.257 de 10 de julho de 2001, que estabelece diretrizes gerais da política urbana. Brasília: Câmara dos Deputados, 2001.

CARROLL, L. Alice no País das Maravilhas. São Paulo: Martin Claret, 2007.

CARVALHO, S. H. Estatuto da Cidade: aspectos políticos e técnicos do Plano Diretor. São Paulo em Perspectiva, v.15, nº 4, p.130-135, 2001. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-88392001000400014

CARVALHO JUNIOR, N. dos R.; SILVA, J. B. Democratizar a democracia: participação popular como meio de superação dos obstáculos a consolidação democrática no Brasil. Revista Húmus, Maranhão, v. 7, nº 20, pp. 55-74, 2017.

CELIBERTI, L. Atores, práticas e discursos da participação. In: TEIXEIRA, A. C. C., org. Os sentidos da democracia e da participação. São Paulo: Instituto Polis, p. 51-58, 2005.

FISCHMAN, G. E.; HAAS, E. Cidadania. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 37, nº 2, pp. 439-466, maio/ago. 2012. DOI: https://doi.org/10.1590/S2175-62362012000200007

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967.

FREIRE, P. Educação e mudança. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: Saberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz & Terra, 2017.

GOMES, D. F. L. Fundamentação em Direitos Humanos e Cidadania. Coleção Cadernos de Direitos Humanos: Cadernos Pedagógicos da Escola de Formação em Direitos Humanos de Minas Gerais - EFDH, Belo Horizonte: Marginália Comunicação, 2016.

LACERDA, N. et al. Planos Diretores Municipais. Aspectos legais e conceituais. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais, v.7, nº 1, maio de 2005. DOI: https://doi.org/10.22296/2317-1529.2005v7n1p55

LEFEBVRE, Henry. O Direito à cidade. São Paulo: Centauro, 2001.

LEFEBVRE, H. A revolução urbana. Belo Horizonte: UFMG, 2019.

LENCIONE, S. Observações sobre o conceito de cidade e urbano. GEOUSP - Espaço e Tempo, São Paulo, nº 24, pp. 109 - 123, 2008. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2008.74098

LIMA, M. E.; MENEZES JUNIOR, A. da S.; BRZEZINSKI, I. Cidadania: sentidos e significados. XIII Congresso Nacional de Educação – EDUCERE, Curitiba, pp. 2481-2494, ISSN 2176-1396. 2017.

MARICATO, Ermínia. As ideias fora do lugar e o lugar fora das ideias: Planejamento urbano no Brasil. In: ARANTES, Otília (org.). A cidade do pensamento único: desmanchando consensos. Petrópolis: Vozes, 2000. Disponível em: https://labcs.ufsc.br/files/2011/12/07.-MARICATO-E.-As-id%C3%A9ias-fora-do-lugar-e-o-lugar-fora-das-id%C3%A9ias.pdf. Acesso em: 15 mar 2024.

MATEOS, S. B. Participação Popular - A construção da democracia participativa. IPEA - Desafios do desenvolvimento, Brasília, Ano 8, Edição 65, pp. 17 - 33, 2011.

MORAIS, I. A. A construção histórica do conceito de cidadania: o que significa ser cidadão na sociedade contemporânea? XI Congresso Nacional de Educação – EDUCERE, Curitiba, pp. 20908-20922, 2013.

NYGAARD, P. D. Planos Diretores de cidades. Discutindo sua base doutrinária. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2005.

RIBEIRO, L. C. Q., CARDOSO, A. L. (Orgs.). Reforma urbana e gestão democrática: promessas e desafios do Estatuto da Cidade. Rio de Janeiro: Revan, Fase, 2003.

SAMPAIO, R. dos S. A favor da metrópole, contra a metrópole: uma perspectiva lefebvriana da contrarrevolução urbana. Revista GEOgrafias, v.29, n.1, pp. 121-141. 2021 DOI: https://doi.org/10.35699/2237-549X.2021.29596

SANTOS, A. M. S. P. Planejamento urbano: para quê e para quem? Revista de Direito da Cidade, v.01, nº 01, pp. 51-94, 2006.

SOUZA, C. Governos locais e gestão de políticas sociais universais. São Paulo em Perspectiva, 18 (2), p.27-41, 2004. DOI:<https://doi.org/10.1590/S0102-88392004000200004>. Acesso em: 25 de mar de 2024. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-88392004000200004

SOUZA, H. de. Democracia e Cidadania. In: RODRIGUES, C. (Org.). Democracia: cinco princípios e um fio. 2.ed. São Paulo: Moderna, 1996. (Coleção Polêmica)

SOUZA, M. L. de. A prisão e a ágora: reflexões em torno da democratização do planejamento e da gestão das cidades. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

SOUZA, M. L. de. Mudar a cidade. Uma introdução crítica ao planejamento e à gestão urbanos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 6ª edição. 2002.

SOUZA, M. L. de; RODRIGUES, G. B. Planejamento urbano e ativismos sociais. São Paulo: UNESP, 2004.

VILLAÇA, F. As ilusões do Plano Diretor. São Paulo, 2005. Disponível em:<http://www.belem.pa.gov.br/planodiretor/pdfs/A%20 ILUSAO_DO_PLANO%20DIRETOR.pdf>. Acesso em 28 de fev de 2024.

Downloads

Publicado

2024-06-14

Como Citar

DE CARVALHO NETO, F. M.; ANTONELLO, I. T.; VEIGA, L. A. Reflexões teóricas sobre planejamento urbano e cidadania. Terra Livre, [S. l.], v. 2, n. 61, p. 17–56, 2024. DOI: 10.62516/terra_livre.2023.3468. Disponível em: https://publicacoes.agb.org.br/terralivre/article/view/3468. Acesso em: 16 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)