Espacialidade e políticas educacionais

a necessária desconstrução de discursos autoritários e excludentes

Autores

Palavras-chave:

Educação, Ensino de Geografia, Espacialidade da Educação, Políticas Públicas, Livro Didático

Resumo

O desmonte de políticas públicas é danoso para a formação de estudantes e educadores. Nesse trabalho, objetiva-se problematizar mudanças ocorridas nas políticas educacionais no período pós 2016 e suas repercussões no ensino das ciências humanas, e criticar o desmanche da política pública do livro didático e a censura que cerca esse recurso. Trata-se de pesquisa bibliográfica que denuncia o desmonte das políticas educacionais e do livro didático, e as deformações nas concepções de Educação do Campo e de Educação Ambiental. Se as políticas e práticas educacionais fortalecem a democracia e ampliam a participação cidadã, urge uma formação que permita interpretar o que se revela e o que se oculta por detrás de tais políticas. Fortalecer as diferentes geografias do país com base em uma formação sociopolítica e socioespacial legitimadora da participação em processos decisórios, deve constituir prática de educadores compromissados com ações inclusivas, garantidoras de direitos.

Biografia do Autor

Maria Cristina Borges da Silva, Federal University of Rio de Janeiro

Doutora em Geografia pela Universidade Federal do Paraná. Mestre em Ciências Agrárias pela Universidade Federal do Paraná. Graduação em Geografia, licenciatura e Bacharelado pela Universidade Federal do Paraná - Especialização em Espaço, Sociedade e Meio Ambiente, pelo IBEPEX Pós-doutorado em Cultura Contemporânea na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem experiência nas áreas de Geografia e da Pedagogia, com ênfase em Educação Socioambiental e Socioespacial, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação Ambiental, Educação Socioespacial e Educação do Campo, Análise Ambiental, Práticas Pedagógicas, Políticas Públicas, Meio Ambiente e Gestão Ambiental. Contato: mariacrisbs@gmail.com

Roberto Filizola, UFPR

Roberto Filizola - Doutor em Geografia pela Universidade Federal do Paraná. Mestre em Geografia (Geografia Física) pela Universidade de São Paulo. Graduado em Geografia pela Universidade Federal do Paraná. Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do Paraná, lotado no Departamento de Teoria e Prática de Ensino (DTPEN) do Setor de Educação.Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia e Ensino, atuando sobretudo com os seguintes temas: ensino fundamental, educação de jovens e adultos, metodologia de ensino da geografia, séries iniciais e avaliação. Desenvolve pesquisas com fronteira cultural, fronteira emocional em espaços escolares, metodologia do ensino e interculturalidade, na perspectiva das geografias emocionais. Contato: robertofilizola@gmail.com

Referências

ARROYO, Miguel G. Currículo, território em disputa. 2ª edição. Petrópolis: Vozes, 2011.

BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Ensino de história: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2004.

BRASIL. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Programa Nacional do Livro Didático. Disponível em: http://www.fnde.gov.br/component/k2/item/518-hist%C3%B3rico Acesso em: 20 mar 2022

BRASIL. Resolução Nº 2 de abril de 2008, que estabelece diretrizes complementares, normas e princípios para o desenvolvimento de políticas públicas de atendimento da Educação Básica do Campo. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/2008/rceb002_08.pdf Acesso em 20 jan 2020.

BRASIL. Resolução CNE/CEB nº1 de 3 de abril de 2002. Institui Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas Escolas do Campo. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=13800-rceb001-02-pdf&category_slug=agosto-2013-pdf&Itemid=30192 Acesso em 20 jan 2020.

BRASIL. Resolução Nº 40, de 26 de julho de 2011. Dispõe sobre o Programa Nacional do Livro Didático do Campo (PNLD CAMPO). Disponível em: https://www.fnde.gov.br/acesso-a-informacao/institucional/legislacao/item/3463-resolu%C3%A7%C3%A3o-cd-fnde-n%C2%BA-40-de-26-de-julho-de2011#:~:text=Disp%C3%B5e%20sobre%20o%20Programa%20Nacional,%2C%20208%2C%20211%20e%20213. Acesso em fev 2019

BRASIL. Edital de Convocação 05/2011 – CGPLI. Edital de Convocação para o Processo de Inscrição e Avaliação de Obras Didáticas para o Programa Nacional do Livro Didático do Campo. PNLD 20213. Disponível em: http://www.fnde.gov.br/arquivos/category/165-editais?download=6450:pnld...campo-edital.

BRASIL. Fundo Nacional Desenvolvimento da Educação Básica. Lista de Escolas Atendidas. Disponível em: http://www.fnde.gov.br/programas/livro-didatico/guia-dolivro/item/3957-guia-pnld-campo-2013

BRASIL. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica. Informe nº 07/2018. Escolha PNLD CAMPO. Disponível em: https://www.fnde.gov.br/index.php/programas/programas-do-livro/pnld/informe-pnld (Acesso em 10jun2020)

CALLAI, Helena Copetti. O livro didático no contexto dos processos de avaliação. In: Revista OKARA: Geografia em debate, João Pessoa: v. 10, n. 2, p. 273-290, 2016a. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/okara/article/view/31203/16316 Acesso em: 25 maio 2021

COLASANTI, Marina. Não conta pra mim. Disponível em: https://www.marinacolasanti.com/2020/10/nao-conta-pra-mim.html. Acesso em dez 2020.

CLAVAL, Paul. Epistemologia da geografia. Florianópolis: Ed. Da UFSC, 2011.

DIAS SANTOS, André Ricardo. As intermitências da filosofia no ensino básico: um quadro histórico-crítico. Revista Seminário de Visu, Petrolina, v.8 n2, p.152-161, 2020. Disponível em: https://semiaridodevisu.ifsertao-pe.edu.br/index.php/rsdv/article/view/48. Acesso em 15mai 2021.

DOSSIÊ: O DESMONTE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA GESTÃO DO GOVERNO FEDERAL (2019-2022). Disponível em: https://drive.google.com/file/d/1snHOcumiQJF7NWmlzn5yfcXMSMhjauH2/view Acesso em Dez 2022.

FREIRE, Paulo. A educação na Cidade: Projeto Pedagógico. São Paulo: Editora Cortez, 1991.

GEOAGRÁRIA. A nova ofensiva do agronegócio sobre a educação. Disponível no site: COMBATE Racismo Ambiental - Disponível em: https://racismoambiental.net.br/2021/05/01/a-nova-ofensiva-do-agronegocio-sobre-a-educacao/ Acesso 20 fev 2023

INSTITUTO REÚNA. O PNLD e o Uso de Materiais Didáticos no Brasil Disponível em: https://www.institutoreuna.org.br/uploads/files/file/PesquisaMateriaisDidaticosReuna.pdf Acesso em: 15 dez 2022.

LAMOSA, Rodrigo. Educação e Agronegócio - A Nova Ofensiva do Capital nas Escolas Públicas. Editora APPRIS, 2016.

LATOUR, Bruno. Jamais fomos modernos - Ensaio de Antropologia simétrica. Tradução: Carlos Irineu Costa. Rio de Janeiro. Ed. 34, 1994. 152p.

MANIFESTO (a) REFERENTE AO EDITAL DE CONVOCAÇÃO nº 1/2021 Programa Nacional do Livro Didático (CGPLI PNLD 2023) - publicado em 12 de fevereiro de 2021 pelo Ministério da Educação. Disponível em em: https://professorescontraoescolasempartido.files.wordpress.com/2021/05/manifesto-programa-nacional-do-livro-didacc83c2a1tico-2023.pdf Acesso em:28mai2021

MANIFESTO (b). Milhares de Brasileiros assinam manifesto contra adaptação de livros infantis feita pelo Ministério da Educação. Disponível em: https://conexaoplaneta.com.br/blog/milhares-de-brasileiros-assinam-manifesto-contra-adaptacao-de-livros-infantis-feita-pelo-ministro-da-educacao/ Acesso em: 25 fev2023

MELGAREJO, Leonardo. In OLIVEIRA, Cida. BRASIL DE FATO. Ruralistas lançam campanha contra livros didáticos com críticas ao agronegócio. Disponível em: https://www.brasildefato.com.br/2021/02/17/ruralistas-lancam-campanha-contra-livros-didaticos-com-criticas-ao-agronegocio (Acesso em 28mar2021)

MOREIRA, Antonio Flavio Barbosa, CANDAU, Vera Maria. Currículo, conhecimento e cultura: indagações sobre o currículo. Ministério da Educação. P. 17 a 48, Brasília, 2007.

OLIVEIRA, Cida. BRASIL DE FATO. Ruralistas lançam campanha contra livros didáticos com críticas ao agronegócio. Disponível em: https://www.brasildefato.com.br/2021/02/17/ruralistas-lancam-campanha-contra-livros-didaticos-com-criticas-ao-agronegocio (Acesso em 28mar2021)

ORTEGA VALCÁRCEL, José. Los horizontes de la geografia: teoria de la geografia. Barcelona: Editorial Ariel, 2000.

SINTEP - MT. Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso, filiado a Confederação Nacional dos Trabalhadores. Livros Didáticos são fundamentais para democratizar à leitura. Disponível em: https://sintep.org.br/sintep/Utilidades/view_noticia/livros-didaticos-sao-fundamentais-para-democratizar-o-acesso-a-leitura/i:2283 Acesso em 26 fev 2023

RIBEIRO, Darcy: Ensaios Insólitos. Fundação Darcy Ribeiro. Disponível em: https://fundar.org.br/wp-content/uploads/2021/06/ensaios-insolitos.pdf Acesso em: 20 fev2023

SARAMAGO, José. Todos os Nomes. Círculo de Leitores. Licença editorial por cortesia de Editorial Caminho e encadernado por SIG - Sociedade Industrial Gráfica para Círculo de Leitores no mês de dezembro de 1997 Número de edição: 4668 Disponível em: https://teopoetica.sites.ufsc.br/arquivos/saramago/doautor/todos_os_nomes.pdf Acesso em 20 out 2019.

SPÓSITO, Maria Encarnação Beltrão. As diferentes propostas curriculares e o livro didático. In PONTUSCHKA, N. N., OLIVEIRA, A. U. (Orgs.) Geografia em perspectiva: ensino e pesquisa. 3 ed. São Paulo: Contexto, 2006. p. 297-311

TONINI, Ivaine M. GOULART, Lígia. FILHO, S.M. Manoel, MARTINS, Rosa E.M. W., COSTELLA, Roselane Z. O livro didático de Geografia, e os desafios da docência. TONINI, M. Ivaine et al. Porto Alegre. Editora Sulina, 2017

TONINI, M. Ivaine, GOULART, Lígia B., KARCHER, MARTINS, Rosa E.M. W., COSTELLA, Roselane Z Geografia e Livro Didático – Para Tecer Leituras do Mundo. São Leopoldo, Oikos, 2018

TUAN, Yi-Fu. Espaço e lugar: a perspectiva da experiência. São Paulo: DIFEL, 1983.

Downloads

Publicado

2023-08-02

Como Citar

BORGES DA SILVA, M. C.; FILIZOLA, R. Espacialidade e políticas educacionais: a necessária desconstrução de discursos autoritários e excludentes. Terra Livre, [S. l.], v. 2, n. 59, p. 664–702, 2023. Disponível em: https://publicacoes.agb.org.br/terralivre/article/view/2925. Acesso em: 29 fev. 2024.