Em busca do bairro num contexto de globalização ensinar e aprender a Geografia da autonomia

Autores

Resumo

Este artigo procura responder a indagação de pensar e fazer a Geografia no século XXI, ao buscar uma resposta faz a proposta de pensar em quais condições devemos pensar e fazer para ensinar e aprender a Geografia no século XXI. Para responder a esta indagação versa sobre a relação entre a escola e o bairro, num contexto do processo de urbanização e industrialização brasileira, sobretudo das regiões metropolitanas em condições da globalização. Pensar e fazer Geografia no século XXI é caminhar à Utopia, por um mundo mais humano e solidário, é buscar a essência na aparência de que o bairro nos isola e de que a globalização nos conecta, é criar as possibilidades de ensino-aprendizagem dialógica na sociedade da informação, na qual a comunidade do bairro torna-se um resíduo irredutível à sociedade em rede em contexto da globalização. Pensar e fazer Geografia no século XXI é pensar e fazer uma Geografia da autonomia a partir da inspiração de uma pedagogia da autonomia que possa construir uma outra globalização.

Biografia do Autor

Marcio Fernando Gomes, Universidade Federal de São Carlos

Possui Bacharelado em Geografia pela Universidade de São Paulo (1997), Licenciatura em Geografia pela Universidade de São Paulo (1998), Mestrado em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo (2001) e Doutorado em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo (2006). Atuou como coordenador, professor e orientador de trabalhos de conclusão do Curso de Licenciatura em Geografia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo. Esteve como coordenador, professor e orientador de trabalhos de conclusão do Curso de Pós-graduação Lato Sensu em Educação Profissional Integrada à Educação Básica na Modalidade de Jovens e Adultos do Campus São Paulo do IFSP. Também foi o coordenador Institucional do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID/CAPES do IFSP. Também foi coordenador de área do Subprojeto da Geografia do PIBID/CAPES do Campus de Sorocaba da UFSCar (2014-2018). Foi vice-coordenador do Curso de Licenciatura em Geografia da UFSCar-Sorocaba (2017-2018). Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Humana, atuando principalmente nos seguintes temas: educação e ensino de geografia, epistemologia da Geografia, teoria e método, metodologia da pesquisa científica, instrumentação para ensino de Geografia, mundialização da economia, industrialização, regionalização, metropolização, organizacional, informacional, rede, banco, financeiro e território. Atualmente é professor de ensino superior do Curso de Licenciatura em Geografia do Departamento de Geografia, Turismo e Humanidades do Campus Sorocaba da Universidade Federal de São Carlos – UFSCar e coordenador do Grupo de Estudos Epistemologia da Geografia: teoria, método e metodologias em pesquisa e ensino de Geografia.

Downloads

Publicado

2019-05-22

Como Citar

GOMES, M. F. Em busca do bairro num contexto de globalização ensinar e aprender a Geografia da autonomia. Terra Livre, [S. l.], v. 2, n. 51, p. 356–397, 2019. Disponível em: https://publicacoes.agb.org.br/terralivre/article/view/1540. Acesso em: 31 jan. 2023.