O ENSINO DA GEOGRAFIA E OS JOVENS EM SITUAÇÃO DE RISCO SOCIAL: "POR UMA GEOGRAFIA CIDADÃ"

Autores

  • TÂNIA BATISTA TEODORO

Resumo

Uma das funções sociais da Escola é a formação para a
cidadania. O professor-pesquisador participa desse processo ao se
empenhar para construir diálogos com os educandos sobre qual o
significado do meio para esses sujeitos; como percebem o espaço;
quais formas de territorialização que utilizam; quais espaços em
que a segregação se revela e como o ensino pode contribuir para
uma percepção crítica da realidade e intervenção ou reconstrução
dos espaços de sua vivência. O objetivo deste trabalho é apresentar
essa discussão voltada aos “jovens em situação de risco social”;
suas realidades e dinâmicas espaciais das quais fazem parte, na
denominada “Geografia Cidadã”. Para tanto, torna-se necessário
identificar a situação de risco social e a percepção dos sujeitos
nela inseridos quanto ao ensino da Geografia, o que é possível,
também, por meio de entrevistas realizadas com jovens em
cumprimento da medida sócio-educativa Liberdade Assistida.

Biografia do Autor

TÂNIA BATISTA TEODORO

Bacharel e licenciada em Geografia e Análise Ambiental pelo Centro Universitário de Belo Horizonte/UNI-BH, (2009). Pós-graduada em Gestão Ambiental pela FINOM/ Faculdade do Noroeste de Minas (2010). Meta profissional: desenvolver atividades educativas e de pesquisa em áreas de risco social. Se disponibiliza a participar de pesquisas científicas de importância social, em caráter de vínculo empregatício ou voluntariado.

Downloads

Publicado

2015-08-13

Como Citar

BATISTA TEODORO, T. O ENSINO DA GEOGRAFIA E OS JOVENS EM SITUAÇÃO DE RISCO SOCIAL: "POR UMA GEOGRAFIA CIDADÃ". Terra Livre, [S. l.], v. 2, n. 33, 2015. Disponível em: https://publicacoes.agb.org.br/terralivre/article/view/300. Acesso em: 25 jun. 2024.