Subverter o patrimônio cultural

periferia e participação social

Autores

Palavras-chave:

periferia, patrimônio cultural, inventários participativos, participação social

Resumo

O artigo busca apresentar e debater os resultados de um processo participativo de identificação e mapeamento do patrimônio cultural da periferia do município de São Paulo. Realizado a partir da metodologia dos Inventários Participativos e em parceria com organizações do movimento social, universidade pública e coletivos culturais, o levantamento mostra a diversidade e riqueza de um patrimônio cultural cujos fundamentos se encontram na história da luta e resistência das classes trabalhadoras da periferia. Considerando que as políticas de preservação historicamente programaram a ausência da classe trabalhadora e da periferia no conjunto da memória nacional a ser valorizada, o presente trabalho caminha em sentido contrário, buscando subverter a forma hegemônica de pensar e fazer o patrimônio cultural.

Biografia do Autor

Simone Scifoni, universidade de são paulo

.

Referências

AB’SABER, A. N. Diretrizes para uma política de preservação de reservas naturais no Estado de São Paulo. São Paulo: Instituto de Geografia/USP, 1977. 26p.

BORTOTO, Regina C.S.; BEZERRA, Maria Helena B. Fábrica de Cimento Portland Perus: articulação pedagógica entre movimentos populares e escolas no bairro de Perus. Revista CPC, São Paulo, n.27 especial, p.185-210, jan./jul. 2019, p. 185-210.

BOURDIEU, Pierre. Sobre o Estado. São Paulo: Companhia das Letras, 2014. 573p.

CHAUÍ, Marilena. Brasil: mito fundador e sociedade autoritária. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2013. 102p.

FERREIRA, Paulo Tácio A. “Nós vamos hackear o turismo!” Entre roteiros, “quebradas” e resistências na cidade de São Paulo. Tese (Doutorado). Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH) – Programa de Turismo, 2022, 263p.

FONSECA, Maria Cecilia L. Referências Culturais: Base para novas políticas de patrimônio. In: INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL (IPHAN). Inventário nacional de referências culturais: manual de aplicação. Brasília: Iphan, 2000. p. 11-21.

GRAMSCI, Antônio. Homens ou máquinas? Escritos de 1916 a 1920. São Paulo: Boitempo, 2021. 298p.

INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL (IPHAN). Inventário nacional de referências culturais: manual de aplicação. Brasília: Iphan, 2000. 156p.

INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL (IPHAN). Educação Patrimonial: Inventários Participativos. Manual de Aplicação. Brasília: Iphan, 2016. 132p.

KOVARICK, Lúcio. Escritos urbanos. São Paulo: Editora 34, 2000. 143p.

LEFEBVRE, Henri. Vida cotidiana no mundo moderno. São Paulo: Ática, 1991. 216p.

MENEZES, Ulpiano T. B. O campo do patrimônio cultural: uma revisão de premissas. I FÓRUM NACIONAL DO PATRIMÔNIO CULTURAL, 2012. Anais Volume 1... Brasília, DF, Iphan, 2012.

MOVIMENTO DE REAPROPRIAÇÃO DA FÁBRICA DE CIMENTO PERUS; REDE PAULISTA DE EDUCAÇÃO PATRIMONIAL REPEP. Dossiê Inventário Participativo do TICP Jaraguá/Perus. São Paulo, 2022.

POLLAK, Michael. Memória, esquecimento, silêncio. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, vol. 2, n.3, 1989, p. 3-15.

POLLAK, Michael. Memória e identidade social. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, vol. 5, n.10, 1992, p.200-212.

RUBINO, S. O mapa do Brasil passado. Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Brasília, nº 24, p. 97-105, fev.1996.

SALES, Camila. A luta guarani pela terra na metrópole paulistana: contradições entre a propriedade privada da terra e a apropriação indígena. Tese (Doutorado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas – Geografia, 2015. 319p.

SÃO PAULO. PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO. Plano Diretor estratégico do Município de São Paulo. Lei Municipal no. 16.050 de 31 de julho de 2014.

SANDEVILLE JUNIOR, Euler.; MANFRÉ, Eliane. Cultura e paisagem: uma nova perspectiva no tecido urbano. 2014. Disponível em: https://observasp.wordpress.com/2014/11/25/cultura-e-paisagem-uma-nova-perspectiva-no-tecido-urbano/#more-625. Acessado em 09/02/2023.

SMITH, Laurajane. Uses of heritage. New York: Routledge, 2006. 351p.

SMITH, Laurajanne. El “espejo7 patrimonial”¿ Ilusión narcisista o reflexiones múltiples? Antipoda Revista de Antropologia y Arqueología no. 12, Bogotá, Enero-Junio 2011, 262 pp. 39-63. Disponível em: https://revistas.uniandes.edu.co/doi/abs/10.7440/antipoda12.2011.04 Acessado em 07 de maio de 2018.

Downloads

Publicado

2023-08-02

Como Citar

SCIFONI, S. Subverter o patrimônio cultural: periferia e participação social. Terra Livre, [S. l.], v. 2, n. 59, p. 592–620, 2023. Disponível em: https://publicacoes.agb.org.br/terralivre/article/view/2890. Acesso em: 22 fev. 2024.

Funding data