A DINÂMICA TERRITORIAL DO CAPITAL E SEUS EFEITOS PARA O MUNDO DO TRABALHO

Autores

  • MARCELO DORNELIS CARVALHAL
  • ANTONIO THOMAZ JUNIOR

Resumo

A dinâmica territorial do capital enseja um conjunto diversificado de transformações no mundo do trabalho, cuja expressão espacial é a contínua adequação dos territórios às suas necessidades expansivas. Dessa forma como componente espacial do desenvolvimento desigual capitalista o trabalho também deve ser adequado, desde a transformação radical do sujeito trabalhador em trabalhador para o capital até as adequações em termos das habilitações técnicas, face à reestruturação produtiva. Nesse aspecto diversas ações estatais contribuem para essa adequação, como o sistema público de formação profissional e os programas de natureza assistencialista como o PLANFOR (1995 a 2002) e o PNQ (a partir de 2003), capturando inclusive parcelas significativas do movimento sindical. Esse artigo procura apresentar algumas discussões sobre o contexto dessa captura e os significados dessa participação sindical no âmbito da formação profissional.

Biografia do Autor

MARCELO DORNELIS CARVALHAL

Possui graduação em Ciências 1o Grau - Ffcl Ministro Tarso Dutra (1990), graduação em Licenciatura Em Ciências Biológicas pela Faculdade de Filosofia Ciências E Letras de Adamantina (1992), graduação em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1997), mestrado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2000) e doutorado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2004). Atualmente é professor efetivo da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Credenciado como docente permanente no Programa de Pós-Graduação em Geografia - UNESP/FCT/Presidente Prudente (mestrado e doutorado) e no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial na América Latina e Caribe do IPPRI/UNESP. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia do Trabalho, atuando principalmente nos seguintes temas: trabalho, geografia, sindicato, território, saúde do trabalhador e formação profissional.

ANTONIO THOMAZ JUNIOR

Professor adjunto; Pesquisador PQ/CNPq; natural de Jaboticabal (SP); geógrafo pelo IGCE/UNESP/Rio Claro, em 1982; ex-presidente do Centro de Estudos Geográficos (CEG), no período de 1980-1981; ex-presidente da Associação dos Geógrafos Brasileiros (AGB/Nacional) no período 1996-1998. Mestre (1989) e doutor (1996) pela FFLCH/USP; livre docente em Geografia do Trabalho (2009), junto ao Departamento de Geografia/FCT/UNESP/Presidente Prudente, com o texto crítico do trabalho acadêmico "Dinâmica Geográfica do Trabalho no Século XXI (Limites Explicativos, Autocrítica e Desafios Teóricos)". Desde 1986 trabalha junto a essa Instituição; professor dos cursos de Graduação e de Pós-Graduação em Geografia, contando com orientações, em nível de Graduação: Monografias, Estágio não Obrigatório, Iniciação Científica (com ou sem bolsa de estudos), em nível de Pós-Graduação: Mestrado, Doutorado, Pós-Doutorado; com destacada atuação em Extensão Universitária; Coordenador do Projeto Temático/FAPESP "MAPEAMENTO E ANÁLISE DO TERRITÓRIO DO AGROHIDRONEGÓCIO CANAVIEIRO NO PONTAL DO PARANAPANEMA-SÃO PAULO-BRASIL: Relações de trabalho, conflitos e formas de uso da terra e da água, e a saúde ambiental" (vigência: 2013-2018); Coordenador do Centro de Memória, Documentação e Hemeroteca Sindical "Florestan Fernandes" (CEMOSi); Coordenador do Observatório do Trabalho "Istívan Mészáros" (OTIM) e coordenador do coletivo CETAS de Pesquisadores (Centro de Estudos do Trabalho, Ambiente e Saúde). Realizou Pós-Doutorado junto ao IFCH/UNICAMP, sob a orientação do professor Ricardo Antunes (1999-2001), e junto à Faculdade de Geografia e História da Universidade de Santiago de Compostela, em 2004-2005. Foi Editor da Revista Terra Livre (2006-2008); é coordenador do Grupo de Pesquisa Centro de Estudos de Geografia do Trabalho (CEGeT) e do Editorial Centelha; Editor da Revista Pegada (versões impressa e eletrônica - www.prudente.unesp.br/ceget); membro do Conselho Editorial de diversas revistas nacionais e estrangeiras. Autor dos livros "Por trás dos canaviais os nós da cana", São Paulo: Annablume/Fapesp, 2002; "Geografia Passo-a-Passo", Santiago de Compostela: Editorial Centelha, 2005; Co-Editor da Coleção "Geografia e Trabalho no Século XXI", e; "A Cuestión da Terra na Península Ibérica - Actualidade e Desafíos"; (Santiago de Compostela: Editora da Universidade de Santiago de Compostela, 2008). Coordenador do Curso Especial de Graduação em Geografia (CEGeo), convênio: INCRA-PRONERA/Escola Nacional Florestan Fernandes/UNESP, (2006-2011); coordenador do Curso de Especialização "Desenvolvimento Territorial, Trabalho, Educação do Campo e Saberes Agroecológicos", convênio: CNPq /PRONERA-Edital 26 (em vigência).

Downloads

Publicado

2015-08-12

Como Citar

CARVALHAL, M. D.; JUNIOR, A. T. A DINÂMICA TERRITORIAL DO CAPITAL E SEUS EFEITOS PARA O MUNDO DO TRABALHO. Terra Livre, [S. l.], v. 2, n. 31, 2015. Disponível em: https://publicacoes.agb.org.br/terralivre/article/view/260. Acesso em: 18 jun. 2024.