De FHC a Lula: manipulações, números, conceitos e promessas de reforma agrária

Autores

  • Eduardo Scolese Repórter da Sucursal de Brasília da “Folha de S. Paulo”. Jornalista, graduado na FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado (1997-SP) e com especialização em jornalismo político e internacional na PUC (2002-SP)

Resumo

O presente artigo apresenta uma exposição, narrada de forma jornalística, sobre os números da reforma agrária nos governos Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) e Luiz Inácio Lula da Silva (2003 e início de 2004). A pressão dos movimentos sociais e dos partidos de oposição a tais governos tem ou tiveram como base as metas de assentamentos, deixando a qualidade dos projetos em segundo plano. O artigo indica as formas utilizadas pelo governo FHC para inflar seus balanços e como o governo Lula entrou exatamente no mesmo jogo, não cumprindo suas metas, inflando seus números e tornando-se refém das ações do MST e das críticas dos ruralistas.

Downloads

Publicado

2015-08-10

Como Citar

SCOLESE, E. De FHC a Lula: manipulações, números, conceitos e promessas de reforma agrária. Terra Livre, [S. l.], v. 2, n. 23, p. 123–138, 2015. Disponível em: https://publicacoes.agb.org.br/terralivre/article/view/198. Acesso em: 18 jun. 2024.