Precarização, reclusão e“exclusão” territorial

Autores

  • Rogério Haesbaert Departamento de GeografiaUniversidade Federal Fluminense - Niterói, RJ

Resumo

 Se não existe desterritorialização ou exclusão territorial em sentido estrito, existem formas crescentes de precarização social que implicam muitas vezes processos de segregação, de separação – ou, como preferimos, de reclusão territorial, uma reclusão que, como todo processo de des-territorialização (sempre dialetizado) envolve, muito mais do que o controle territorial e a comodidade social de uma minoria, a falta de controle e a precarização sócio-espacial da maioria. “Exclusão” territorial (entre aspas) diria respeito a uma “exclusão” às avessas, no sentido não de grupos sociais diretamente “excluídos” do território, mas, indiretamente, através de territórios parcial ou totalmente excluídos da ocupação e/ou da circulação humana.  

Downloads

Publicado

2015-08-10

Como Citar

HAESBAERT, R. Precarização, reclusão e“exclusão” territorial. Terra Livre, [S. l.], v. 2, n. 23, p. 35–51, 2015. Disponível em: https://publicacoes.agb.org.br/terralivre/article/view/192. Acesso em: 22 maio. 2024.