A Geografia e o Materialismo Histórico Dialético

Autores

  • Jose Gilberto de Souza Departamento de Geografia - Instituto de Geociências e Ciências Exatas (UNESP C. Rio Claro).
  • Willian Rosa Alves Professor do Departamento de Geografia da Universidade Federal de Minas Gerais (BH).

Resumo

Objetiva-se argumentar sobre a dimensão concreta e o alcance do Método Materialista Histórico Dialético na resolução dos problemas pertinentes à atividade de pesquisa. Não apenas relativos aos objetos de estudo, mas sobretudo às próprias condições de trabalho que temos enfrentado e o que temos pensado sobre elas. Esta dimensão fundamentada onticamente e reconhecida ontologicamente pela consciência, consciente do trabalho e consciente da consciência do trabalho, em suma, sempre refletindo, é portanto a única possibilidade de compreensão de todo o processo/método de trabalho. O homem, com o método, para ser plenamente consciente de si mesmo, deve se voltar não apenas para a realidade, mas para a realidade do trabalho consciente. A ciência (geográfica) consciente deve admitir a totalidade do real e da ciência que versa sobre o mesmo, considerar a si mesma como par dialético deste real, da existência.

Biografia do Autor

Jose Gilberto de Souza, Departamento de Geografia - Instituto de Geociências e Ciências Exatas (UNESP C. Rio Claro).

Professor Ajunto III do Departamento de Geografia.

Willian Rosa Alves, Professor do Departamento de Geografia da Universidade Federal de Minas Gerais (BH).

Professor e militante da AGB.

Downloads

Publicado

2020-09-27

Como Citar

SOUZA, J. G. de; ALVES, W. R. A Geografia e o Materialismo Histórico Dialético. Terra Livre, [S. l.], v. 1, n. 54, p. 923–961, 2020. Disponível em: https://publicacoes.agb.org.br/terralivre/article/view/1641. Acesso em: 28 jan. 2023.

Edição

Seção

Notas