O lugar das relações raciais na Geografia

Autores

  • Azânia Mahin Romão Nogueira Universidade Federal de Santa Catarina
  • Joana Célia dos Passos Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

A heterogeneidade racial, socioeconômica e a distribuição espacial da população brasileira, amplia a importância da Geografia e a compromete como campo de estudos a discutir a composição dos territórios negros e as espacialidades das desigualdades, e, contribuir com a visibilidade e enfrentamento do racismo institucional e estrutural que permeia as relações sociais. Neste sentido, examinamos a produção do conhecimento acadêmico presente na Revista Terra Livre, publicada pela Associação dos Geógrafos Brasileiros, no período 2003 a 2017 com a intenção de mapear estudos que abordem as questões raciais no Brasil para analisar qual o lugar das relações raciais na Geografia. Para isso, utilizamos como metodologia a análise de conteúdo. Embora os estudos encontrados sejam ínfimos, sem dúvida, contribuem para ampliar a percepção de estudantes e professores de geografia sobre as demandas dos afro-brasileiros, permitindo assim uma atuação na sociedade que contemple também as necessidades dessa parte da população.

Biografia do Autor

Azânia Mahin Romão Nogueira, Universidade Federal de Santa Catarina

Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Santa Catarina. Participante do grupo de estudos e pesquisas Alteritas: Diferença, Arte e Educação.

Joana Célia dos Passos, Universidade Federal de Santa Catarina

Docente no Departamento de Estudos Especializados em Educação do Centro de Ciências da Educação/UFSC na área Organização de Processos Educativos e na disciplina Diferença, Estigma e Educação. É líder do grupo de estudos e pesquisas Alteritas: Diferença, Arte e Educação e vice-líder do Núcleo Vida e Cuidado (NUVIC) ambos do Centro de Educação da UFSC

Downloads

Publicado

2018-06-17

Como Citar

ROMÃO NOGUEIRA, A. M.; DOS PASSOS, J. C. O lugar das relações raciais na Geografia. Terra Livre, [S. l.], v. 2, n. 47, p. 114–147, 2018. Disponível em: https://publicacoes.agb.org.br/terralivre/article/view/1272. Acesso em: 29 fev. 2024.