AS CAMPONESAS E PESCADORAS ARTESANAIS NAS POLÍTICAS PÚBLICAS E NA ATIVIDADE LABORAL: AS AÇÕES NO PONTAL DO PARANAPANEMA E EM UBATUBA - SP

Autores

  • Larissa Tavares Moreno
  • Sidney Cássio Todescato Leal

Resumo

O presente texto articula o debate sobre gênero, trabalho e políticas públicas. Para tanto, destacamos o envolvimento e a importância das camponesas e pescadoras artesanais na  atividade laboral e nas políticas públicas, de maneira a elencar contradições, enfrentamentos, possibilidades e desafios. Nesse sentido, como exemplos, apontamos as ações das mulheres camponesas do Pontal do Paranapanema-SP com o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e, as mulheres pescadoras artesanais de Ubatuba-SP na luta por reconhecimento de seu trabalho no processo produtivo pesqueiro e consequentemente por ampliação e concretização de políticas públicas que atendam suas demandas. Para isso, metodologicamente são articulados dados primários que foram coletados em diferentes bancos de dados, com os dados secundários resultado de trabalhos de campo e entrevistas.

Biografia do Autor

Larissa Tavares Moreno

Doutoranda em Geografia pela UNESP/FCT - Presidente Prudente/SP

Sidney Cássio Todescato Leal

Mestre em geografia pela UNESP/FCT- Presidente Prudente/SP

Downloads

Publicado

2018-07-11

Como Citar

MORENO, L. T.; LEAL, S. C. T. AS CAMPONESAS E PESCADORAS ARTESANAIS NAS POLÍTICAS PÚBLICAS E NA ATIVIDADE LABORAL: AS AÇÕES NO PONTAL DO PARANAPANEMA E EM UBATUBA - SP. Terra Livre, [S. l.], v. 1, n. 48, p. 80–115, 2018. Disponível em: https://publicacoes.agb.org.br/terralivre/article/view/1265. Acesso em: 31 jan. 2023.