Atravessando a pele preta

experiência de preconceito geográfico ao habitar paisagens do medo

Autores

  • Douglas Vitto Universidade Estadual de Londrina
  • Jeani Delgado Paschoal Moura Universidade Estadual de Londrina

Palavras-chave:

periferia pobre, questões raciais, violência

Resumo

Este artigo aborda o preconceito geográfico experienciado por pessoas que habitam, constituem e são constituídas pelos bairros União da Vitória e Vista Bela, ambos no município de Londrina, Paraná. A metodologia de pesquisa consistiu em diálogos com essas pessoas em torno das diversas formas de sentir e ser no preconceito, por meio de chamadas de vídeo pelo WhatsApp, devido a necessidade de isolamento social, em função do período pandêmico no momento da pesquisa. Como resultados, a pesquisa revelou alguns elementos que compõem o preconceito geográfico e que merecem futuros aprofundamentos, como a violência, a pobreza, a localização periférica em bairros carentes e a questão racial. Conclui-se que as paisagens-bairros estudadas, constituídas em sua maioria por pretos, apesar de invisibilizadas na história oficial de Londrina, possuem um modo de ser e estar próprio.

Biografia do Autor

Jeani Delgado Paschoal Moura, Universidade Estadual de Londrina

Formada no Curso de Geografia, Licenciatura Plena (1993) e Bacharelado (1994) e no Curso de Especialização em Ensino de Geografia (1996) pela Universidade Estadual de Londrina/UEL. Possui Mestrado (2001) e Doutorado em Geografia (2010) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus de Presidente Prudente/SP. Pós-doutorado na Faculdade de Ciências Aplicadas/Unicamp, Campus de Limeira, SP. Atualmente é professora do Curso de Geografia da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Tutora do Programa de Educação Tutorial/PET de Geografia, da UEL. Desenvolve pesquisas com ênfase em: 1) Epistemologia da Geografia; 2) Ensino de Geografia e Formação de Professores; 3) Geografia Humanista e Fenomenologia; 4) Geografia dos Riscos e Educação; 5) Educação Ambiental Líder dos Grupos de Pesquisa (Diretório CNPq):- Grupo de Pesquisa em Ensino de Geografia; - Grupo de Pesquisa em Fenomenologia, Geografia & Educação.

Referências

ALBUQUERQUE JR, D. M. Preconceito contra a origem geográfica e de lugar: as fronteiras da discórdia. São Paulo: Cortez, 2012. 136 p.

BESSE, J. Ver a Terra: seis ensaios sobre a paisagem e a geografia. São Paulo: Perspectiva, 2014. 120 p.

BEZERRA, H. G. Planejamento urbano e programas habitacionais. Geographia Opportuno Tempore, Londrina, v. 1, n. especial, p. 523-536, jul./dez. 2014.

CAMPONEZ, A. A. A Politização do Urbano: a experiência dos moradores do Jardim União da Vitória na conquista dos direitos de cidadania e da cidade. 2005. 132 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Universidade Estadual de Londrina.

DARDEL, E. O Homem e a Terra: natureza da realidade geográfica. São Paulo: Perspectiva, 2015. 159 p.

GALDINO, C. F. A população negra em Londrina: as interfaces entre violência e educação. 2017. 121 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2017.

GIDDENS, A. Identidade e modernidade. Rio de Janeiro: Zahar, 2002. 236 p.

GOFFMAN, E. Estigma. Rio de Janeiro: LTC, 2017. 158 p.

LARROSA, J. Tremores: escritos sobre experiência. Belo Horizonte: Autêntica, 2019. 175 p.

LOWENTHAL, D. Geografia, experiência e imaginação: em direção a uma epistemologia geográfica. In: CHRISTOFOLETTI, A. Perspectivas da Geografia. DIFEL. São Paulo, 1982. p. 103-141.

MARANDOLA JR., E. Ainda é possível falar em experiência urbana? Habitar como situação corpo-mundo. Caderno Prudentino de Geografia, v. 2, n. 42, p. 10-43, 2020.

MARANDOLA JR., E. Insegurança existencial e vulnerabilidade no habitar metropolitano. In: III Encontro do ANPPAS. Brasília-DF. 2006.

MARANDOLA JR., E. Sabor enquanto experiência geográfica: por uma geografia hedonista. Geograficidade, v.2, n. 1, p. 42-52, 2012.

MARANDOLA JR, E. Um sentido fenomenológico de paisagem: o sentir em mistura do ser-lançado-no-mundo. In: Seminário Internacional "Questões Contemporâneas sobre Paisagem”. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, USP, São Paulo. 2014.

MARANDOLA JR., E. Viagens por paisagens: experiências do sentir e do querer. In: II Colóquio Internacional e Interdisciplinar. Literatura e Paisagem: estudos de paisagem nas literaturas de língua portuguesa; Literatura, viagens e turismo cultural no Brasil, na França e em Portugal. Rio de Janeiro e Niterói. 2013.

NABOZNY, A. Da paisagem do olhar do geógrafo à paisagem como olhar o os olhares dos outros. Geografia, Ensino & Pesquisa, v.15, n.1, 2011.

TUAN, Y. Espaço e Lugar. Londrina: Eduel, 2013. 248 p.

TUAN, Y. Paisagens do medo. São Paulo: Editora UNESP, 2005. 374 p.

TUAN, Y. Thought and Landscape: The Eye and the Mind’s Eye. In: MEINIG, D.W. (ed). The Interpretation of Ordinary Landscapes. New York: Oxford University Press, 1979. p. 89-102.

SASSI, B. da S.; NABOZNY, A.; CHAGAS, B. I. L. O corpo-sujeito, interconexões entre paisagem, assemblage e a rua — um exercício metodológico propositivo. PerCursos, Florianópolis, v. 22, n.48, p. 456 - 483, jan./abr. 2021.

SILVA, M. N. Alguns aspectos da trajetória dos negros na região metropolitana de Londrina. In: SILVA, M. N; PANTA, P. (org.). Brasil: Paraná. Londrina: UEL, 2014. p. 17 - 35.

SOUZA, A. E. Nas franjas da cidade: o cotidiano dos moradores do Jardim União da Vitória. In: SILVA, M. N; PANTA, P. (org.). Brasil: Paraná. Londrina: UEL, 2014. p. 67 - 85.

VINCENTIM, T. N; KANASHIRO, M. Análise do comércio e dos serviços nos empreendimentos do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV): estudo do caso Residencial Vista Bela – Londrina, PR. Ambiente Construído, v.16, n.4, 2016.

VITTO, D. Entre Paisagem do Medo e Casulo Protetor: Imaginário e Experiência Geográfica nos Bairros União da Vitória e Vista Bela, Londrina-PR. 2021. 150 fls. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2021.

Downloads

Publicado

14/09/2022

Como Citar

VITTO, D.; DELGADO PASCHOAL MOURA, J. Atravessando a pele preta: experiência de preconceito geográfico ao habitar paisagens do medo. Terra Livre, [S. l.], v. 2, n. 57, p. 553–584, 2022. Disponível em: https://publicacoes.agb.org.br/index.php/terralivre/article/view/2312. Acesso em: 29 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos