Produção do espaço urbano de Boa Vista, RR: do ordenamento à expansão “desordenada”

Autores

Palavras-chave:

Boa Vista, Expansão urbana, Produção do espaço, Roraima.

Resumo

O presente artigo traz um panorama histórico da produção do espaço urbano de Boa Vista. Assim, com auxílio do método geo-histórico, pretende-se analisar a produção espacial urbana desta cidade a partir de duas vertentes distintas, a gênese espontânea e induzida, bem como destacar como se deu o processo de expansão de seu tecido urbano, a fim de compreender a sua atual conjuntura espacial. Deste modo, Boa Vista se apresenta como uma cidade planejada; mas, com o advento das migrações incentivadas pelos governos em épocas passadas, o êxodo rural e a corrida pelo ouro, transformou-se completamente a realidade urbana desta cidade. De tal modo, que Boa Vista expandiu exponencialmente seu tecido urbano para o setor Oeste, para além do seu plano urbanístico. Em consequência dessa expansão, rapidamente novos bairros foram surgindo em terrenos irregulares, sem nenhuma infraestrutura urbana. Assim, a cidade de Boa Vista segue se expandindo em um ritmo crescente para as zonas Oeste e Norte, em um movimento impulsionado pelo Estado, agentes imobiliários e grupos socialmente excluídos.

Biografia do Autor

Isaac Anderson Dantas Oliveira, Federal University of Roraima

Possui graduação em Licenciatura em Geografia pela Universidade Federal de Roraima (2019), e atualmente é mestrando em Geografia pela Universidade Federal de Roraima (2020-2022). Participa do Laboratório de Pesquisas e Estudos Socioambientais - LAPES, coordenado pelo Prof. Dr. Artur Rosa Filho. E atualmente atua como Coordenador de Campo (GTE-RR) no Programa Morar, Conviver e Preservar a Amazônia (Rede Amazônia).

Lucio Keury de Almeida Galdino, State University of Roraima

Possui Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (2004), Graduação em Curso de Formação de Professores (CFP) em Habilitação em Regime Especial (HRE) - Licenciatura Plena em História e Geografia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (2005), Mestrado em Geografia pela Universidade Federal do Ceará (2007), Doutorado em Geografia pela Universidade Federal do Ceará (2017) e Pós-Doutorado em Geografia com ênfase na Cartografia Social e Arranjos Produtivos Locais pela Universidade Federal do Ceará (2020). Professor Doutor nível I da Universidade Estadual de Roraima. Fundador e (ex) Editor-chefe da Revista Eletrônica Casa de Makunaima da Universidade Estadual de Roraima-UERR (2020). Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Humana, atuando principalmente nos seguintes temas: Cultura, Índios, Política, Território, Educação, Meio Ambiente, Terra Indígena, Diagnóstico e Planejamento Socioambiental.

Referências

CUNHA, Valmir Pereira da. A (re)produção como forma de valorização do espaço urbano em Boa Vista-RR: um estudo no Bairro Aeroporto e entorno no período de 2000 a 2015. Dissertação (mestrado) – programa de Pós-graduação em Geografia. Universidade Federal de Roraima, 2016.

CORRÊA, Roberto Lobato. O espaço urbano. São Paulo: Editora Ática, 1989.

GALDINO, Lúcio Keury Almeida. Sociedade, política, cultura e meio ambiente: subsídios ao planejamento socioambiental à comunidade indígena Boca da Mata, na Terra Indígena São Marcos – Roraima. Tese (doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Centro de Ciências, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Fortaleza, 2017. 204 f.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, censo 2010. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/. Acesso em: 8 set. 2021.

_________. Agência IBGE notícias, 2010. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br. Acesso em: 8 set.2021.

_________. Sinopse do censo de 2010. Disponível em: https://censo2010.ibge.gov.br/sinopse/index.php?uf=14. Acesso em: 5 mar. 2019.

IPEA. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Disponível em: http://www.ipeadata.gov.br. acesso em: 14 maio 2021.

OLIVEIRA, Rafael da Silva. Do rio ao traçado urbano, e novamente ao rio: alguns apontamentos para pensar a cidade de Boa Vista/RR. Revista ACTA Geográfica, ANO II, n 3, jan./jun. de 2008. p. 93-106.

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA VISTA. Plano Diretor de Boa Vista. Boa Vista: 1991.

SANTOS, Aldjair J. Roraima – História Geral. Boa Vista: Editora da Universidade Federal de Roraima, 2010.

SILVA, Paulo Rogério de Freitas. Dinâmica territorial urbana em Roraima - Brasil. Tese (Doutorado em Geografia – Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana), Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. 329 f.

_________. Boa vista: gênese espontânea e gênese induzida. Revista ACTA Geográfica, ano III, n 5, jan./jun. de 2009. p. 63-71.

_________; ALMEDA. M. M; ROCHA. R. A. As novas formas do tecido Urbano de Boa Vista- Roraima. ACTA Geográfica, Boa Vista, v.6, n.12, mai./ago. de 2012. p. 97-107.

STAEVIE, Pedro Marcelo. Expansão urbana e exclusão social em Boa Vista – Roraima. Oculum Ensaios: revista de arquitetura e urbanismo, Campinas, n. 13, 2011, p. 68-87.

VALE, Ana Lia Farias. Migração e Territorialização: As Dimensões Territoriais dos Nordestinos em Boa Vista / RR. Tese (Doutorado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP, São Paulo, 2007. 268f.

________. Nordeste em Roraima: migração e territorialização de nordestinos em Boa Vista. Boa Vista: Editora da UFRR, 2014.

VERAS, Antonio Tolrino de Rezende. A produção do espaço urbano de Boa Vista-Roraima – Brasil. 2009. Tese de (Doutorado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humana, Departamento de Geografia, Universidade de São Paulo, São Paulo.

_________. A cidade de Boa Vista no contexto urbano roraimense. Boa Vista: UFRR, 2010. (Material de apoio didático ao minicurso da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência Norte).

________. Produção e reprodução do espaço urbano de Boa Vista-RR. In: HOLANDA, Elizete Celestino; BEZERRA NETA, Luiza Câmara (Org.). Geociências na Pan-Amazônia. Boa Vista: Editora da UFRR, 2016, p. 181-202.

Downloads

Publicado

30/03/2022

Como Citar

SALES, H. J. de; OLIVEIRA, I. A. D.; GALDINO, L. K. de A. Produção do espaço urbano de Boa Vista, RR: do ordenamento à expansão “desordenada”. Terra Livre, [S. l.], v. 1, n. 56, p. 440–461, 2022. Disponível em: https://publicacoes.agb.org.br/index.php/terralivre/article/view/2231. Acesso em: 19 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos