COMUNIDADES TRADICIONAIS, (RE)CONFIGURAÇÕES IDENTITÁRIAS E LUTAS SOCIAIS POR RECONHECIMENTO DE TERRITÓRIOS NA AMAZÔNIA

Autores

  • Valter do Carmo Cruz Professor Substituto da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense

Palavras-chave:

Comunidades Tradicionais, Identidades, Territorialidades, Lutas Sociais, Direitos Territoriais e Amazônia

Resumo

O modelo que orientou o processo de ocupação e apropriação da Amazônia nas últimas décadas esteve pautado na crença na modernização como a única força capaz de “desenvolver” a região, não importando o seu custo social, cultural e político. Esse projeto concebia as comunidades historicamente territorializadas na região e seus modos de vida como “tradicionais” e como obstáculos ao “desenvolvimento”. Essa ideologia pautada numa espécie de “fundamentalismo do progresso” justificou um conjunto de práticas e representações marcadas pela violência e pelo colonialismo que serviam e ainda servem para justificar a subalternização dessas comunidades. Em meio a esse processo, emerge no final dos anos 80 diversos movimentos sociais que lutam pela afirmação dos direitos dessas comunidades. Essas lutas estão ancoradas na afirmação das territorialidades e identidades territoriais como elemento de r-existência a esse projeto autoritário e excludente. Tais lutas apontam para uma politização e valorização da própria cultura e de modos de vida “tradicionais” na constituição de novos sujeitos políticos e nas lutas por direitos territoriais.

Referências

ALMEIDA, Alfredo Wagner. B.(1994) universalização e localismo: movimentos sociais e crise dos padrões tradicionais de relação política na Amazônia: In D’INCAO Maria Angêla; SILVEIRA Isolda Maciel (Org) A Amazônia e a Crise da Modernização. Belém: Museu Paraense Emílio Goeldi.

_______ (2004a) Amazônia: a dimensão política dos “conhecimentos tradicionais” In: ACSELRAD, Henri. Conflitos Ambientais no Brasil. Rio de Janeiro: Relume Dumará: Fundação Heinrich Boll.

________ (2004b) Terras tradicionalmente ocupada: Processos de territorialização e movimentos sociais. In: Revista brasileira de Estudos Urbanos e Reginais. ANPUR, V6 Nº 1.

_______ (2005) Processos de territorialização e movimentos sociais na Amazônia In: OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino. MARQUES, Maria. Inês. O campo no século XXI: território de vida, de luta e de justiça social. São Paulo: Paz e terra/ Casa Amarela.

ACEVEDO MARIN, Rosa. CASTRO Edna. (1999) Mobilização política de Comunidades negras rurais. Domínio de um conhecimento praxiológico In: Novos Cadernos NAEA, V.2, N° 2, NAEA/UFPA.

ALVARES, Sônia; DAGNINO Evelina; ESCOBAR, Arturo. (Org) (2000). Cultura e Política nos Movimentos sociais Latino-Americanos. Belo Horizonte: UFMG.

BAUMAN, Zigmunt. Identidade. Rio e Janeiro: Jorge Zahar, 2005.

BECKER, Bertha. (1990) Amazônia. São Paulo: Ática, . (Série Princípios).

_______(1996) Redefinindo a Amazônia: o vetor tecno-ecológico. In: CASTRO Iná Elias de et alii (Orgs). Brasil: questões atuais da reorganização do território. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil.

_______(2004)Amazônia: geopolítica na virada do III terceiro milênio, Rio de Janeiro: Garamond.

CASTELLS, Manuel. (1999) O poder da identidade. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

CASTRO Edna. (2007) Território, Biodiversidade e Saberes de Populações Tradicionais. In: CASTRO Edna; PINTON, Florence (Org) Faces do Trópico Úmido: Conceitos e Questões sobre Desenvolvimento e meio Ambiente. Belém: Cejup/NAEA/UFPA.

CRUZ, Valter. C. R-existências, territorialidades e identidades na Amazônia. In: Revista Terra livre. , v.1, p.63 - 89 (Goiânia: AGB. Jan-Junho, 2006.)

________ Territórios, identidades e lutas sociais na Amazônia. In: ARAÚJO, F, G, B; HAESBAERT, R. Identidades e Territórios: questões e Olhares Contemporâneos. Rio de Janeiro: Access, 2007.

DIEGUES, Antônio Carlos (1996) Mito moderno da natureza intocada. São Paulo: Hucitec.

ESCOBAR, Arturo. (1998) La Invencíón del tercer mundo: construcción y desconstrucción del desarrolllo, Bogotá: Norma.

ESCOBAR, Arturo; GRUESO, Líbia; ROSERO, Carlos. (2000) O processo de Organização da Comunidade Negra na Costa meridional do Pacífico na Colômbia. In: ALVARES, Sônia; DAGNINO Evelina; ESCOBAR, Arturo. (Org) Cultura e Política nos Movimentos sociais Latino-Americanos. Belo Horizonte: UFMG.

ESCOBAR, Arturo; PARDO, Maurício. (2005) Movimentos Sociais e Biodiversidade no Pacífico ColombianoIn. SOUSA SANTOS, Boaventura. (org). Semear outras Soluções: Os Caminhos da Biodiversidade e dos Conhecimentos Rivais. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. (Reinventar a Emancipação Social: Para Novos Manifestos; v.4).

FRASER, N. Da Redistribuição ao Reconhecimento? Dilemas da Justiça na Era Pós-Socialista. In. SOUZA, J. (org). Democracia Hoje: Novos Desafios para Teoria Democrática Contemporânea. Brasília: Ed. da UNB, 2001.

GONÇALVEZ, Carlos Walter Porto (1999). A territorialidade seringueira. Geographia. Ano 1, n.2 (67-88). Niterói: UFF/EGG.

________ (2000) Amazônia, Amazonias. São Paulo: contexto.

________.(2002) O latifúndio genético e a r-existência indígeno-camponesa. Geographia, Niterói, ano IV, n. ° 8.

_______(2004) .Geografando nos varadouros do mundo. Brasília: IBAMA

_______ (2005) Apresentação da edição em português In: LANDER, E. E. A Colonialidade do Saber: Eurocentrismo e Ciências Sociais, perspectivas Latino americanas. Bueno Aires CLACSO.

HAESBAERT, Rogério. (1999) Identidades Territoriais. In: RODENDHAL, Zeny. CORRÊA, Roberto. Lobato. (Orgs.). Manifestações Culturais no Espaço. Rio de Janeiro: EDUERJ.

_______. (2001) Território, Cultura e Des-Territorialização. In: RODENDHAL, Zeny. CORRÊA, Roberto. Lobato. (Orgs.) Religião, Identidade e Território. Rio de Janeiro: EDUERJ.

_______. (2002) Territórios Alternativos. Niterói-RJ: Contexto.

_______. (2004) O Mito da Desterritorialização: do fim dos territórios a multiterritorialidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil.

HALL, Stuart. (2003) Da diáspora: identidades e mediações culturais: Belo Horizonte: UFMG.

_______ (1997) Identidade Cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A.

_______ (2004) Quem precisa da identidade? In: SILVA, T. T (org) Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis: Vozes.

HÉBETE, Jean; MAGALHÃES, Sônia; MANESCHY Cristina. (2002) (Org) No mar, nos Rios e na Fronteira: Faces do campesinato no Pará. Belém: EDUFPA.

LANDER, Edgardo. (2005) Ciências Sociais: Saberes Coloniais e Eurocêntricos In: LANDER, Edgardo. A Colonialidade do Saber: Eurocentrismo e Ciências Sociais, perspectivas Latino americanas. Bueno Aires: CLACSO.

LEFEBVRE, Henri. (1972) Espacio y política. Barcelona: Península..

_______ (1986) La production de L´espace. Paris: anthropos.

LEFF, H. Ecologia, Capital e Cultura: Racionalidade Ambiental, Democracia Participativa e Desenvolvimento Sustentável. Blumenau: Ed. FURB, 2000.

LITTLE Paul.E. (2002) Territórios sociais e povos tradicionais no Brasil: por uma Antropologia da territorialidade. Série antropologia Nº. 322: UNB (Digital).

MASSEY, Doren. (2004) filosofia e política da espacialidade: algumas considerações In: Geographia, Niterói, ano VI, n. ° 12.

SOUZA SANTOS, Boaventura (2003) Reconhecer para libertar: os caminhos do cosmopolitismo multicultural Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

_______ (2004) Para uma sociologia das ausências e uma sociologia das emergências. In: SOUZA SANTOS, Boaventura. (Org) Conhecimento Prudente para uma vida decente: um discurso sobre as ciências revistado. São Paulo: Cortês.

SILVA, Tomás Tadeu. (2004) A produção social da identidade e da diferença In SILVA, Tomás, Tadeu (org) Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis: Vozes.

THOMPSON, E. P. (1979) Tradicion, Revuelta y Consciencia de Clase, Editoria Crítica, Barcelona.

___________ (1998). Costumes em Comum: estudos sobre a cultura popular tradicional. São Paulo: Companhia das Letras.

WOLKMER, a.C. (2000) Pluralismo jurídico: Nuevo marco emancipatório em América Latina .

Disponible en la World Wide Web: http://bibliotecavirtual.clacso.org.ar/ar/libros/derecho/wolk.rtf

________(2003) Pluralismo jurídico: novo paradigma de legitimação. Disponível em http://www.mundojuridico.adv.br/sis_artigos/artigos.asp?codigo=646

Downloads

Publicado

12/07/2021

Como Citar

Cruz, V. do C. (2021). COMUNIDADES TRADICIONAIS, (RE)CONFIGURAÇÕES IDENTITÁRIAS E LUTAS SOCIAIS POR RECONHECIMENTO DE TERRITÓRIOS NA AMAZÔNIA. Revista Fluminense De Geografia, 3(5). Recuperado de https://publicacoes.agb.org.br/index.php/revista-fluminense/article/view/2198

Edição

Seção

Artigos