TRADIÇÃO E MODERNIDADE NA FESTA DO IV CENTENÁRIO DA FUNDAÇÃO DA CIDADE DE SÃO PAULO

Autores

  • Silvia Lopes Raimundo Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade de São Paulo

Palavras-chave:

São Paulo, IV Centenário, Festas, Ideologias Geográficas

Resumo

A Festa do IV° Centenário da cidade de São Paulo, compreendida no contexto de configuração de um projeto nacional desenvolvimentista, meticulosamente planejada, assim, como as grandes exposições universais do século XIX, funcionou como vitrine para apresentar as novidades da época. Nesse caso específico para os bens de consumo duráveis produzidos na cidade e região. Oportunidade impar para a recém formada burguesia cristalizar seu projeto de crescimento/desenvolvimento de base industrial. A mobilização do poder público com tal antecedência indica a relevância da data para a história da cidade e a possibilidade de retomar aquele antigo projeto de hegemonia política e econômica desenhado nas décadas passadas.

Referências

AZEVEDO, Aroldo (org). A cidade de São Paulo: estudos de geografia urbana. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1956.

BESSA, Wagner de Carvalho. Território e desenvolvimento: as ideologias geográficas no governo JK (1956-1960). Dissertação (Mestrado em Geografia Humana). Universidade de São Paulo, São Paulo, 1994. 103p.

BONDUKI, Nabil G. Origens da habitação social no Brasil: Arquitetura Moderna. São Paulo: Estação Liberdade/FAPESP, 1998.

CALDAS, Waldenyr. Luz néon: canção e cultura na cidade. São Paulo: Sesc/Nobel. 1995. 157p.

COMISSÃO DO IV° CENTENÁRIO. Boletim informativo da comissão do IV° centenário de São Paulo. Seriado.

COUTINHO, Carlos Nelson. Cultura e sociedade no Brasil: Ensaios sobre idéias e formas. Belo Horizonte: Oficina de Livros, 1990. 215p.

HARVEY, David. Condição pós-moderna. São Paulo: Loyola, 2005. 349p.

HOBSBAWM, Eric; RANGER, Terence. A invenção das tradições. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1984. 105p.

MEYER, Regina Maria Prosperi. Metrópole e urbanismo: São Paulo nos anos 50. Tese (Doutorado em urbanismo). Universidade de São Paulo, São Paulo, 1991.

MORAES, Antonio Carlos R. Ideologias geográficas. São Paulo: Hucitec, 1991a. 156p.

__________. Notas sobre identidade nacional e institucionalização da geografia no Brasil. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v.1, n° 8, p.166-176, 1991b.

OLIVEIRA, Lúcia Lippi de. Repensando a tradição. Revista Ciência Hoje, Rio de Janeiro, n°38, p.58-65, 1987.

__________. As festas que a República manda guardar. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v.2, n°4, p. 172-189, 1989.

__________. A questão nacional na Primeira República. São Paulo, Brasiliense, 1990a. 207p.

RAIMUNDO, Sílvia Lopes. Terra conquistada: A pátria de alma bandeirante. Terra Brasilis, Rio de Janeiro, n° 2, p.59-77, julho/dezembro 2000.

__________.A invenção do mito bandeirante: tradição e pensamento regionalista na historiografia paulista das décadas de 1920 e 1930. Dissertação (Mestrado em geografia humana), Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002. 214p.

ROLNIK, Raquel. A cidade e a lei: legislação, política urbana e território na cidade de São Paulo. São Paulo: Fapesp/Studio Nobel, 1997. 242p.

TOLEDO, Benedito Lima de. São Paulo em um século. São Paulo: Duas Cidades, 1980.

Downloads

Publicado

12/07/2021

Como Citar

Raimundo, S. L. (2021). TRADIÇÃO E MODERNIDADE NA FESTA DO IV CENTENÁRIO DA FUNDAÇÃO DA CIDADE DE SÃO PAULO. Revista Fluminense De Geografia, 3(5). Recuperado de https://publicacoes.agb.org.br/index.php/revista-fluminense/article/view/2197

Edição

Seção

Artigos