As Contribuições de Caio Prado Jr. e José de Souza Martins para a Geografia Agrária brasileira

Autores

  • Rafaela Freitas Estado de Santa Catarina
  • Carina Inserra Bernini UNESP

Palavras-chave:

Caio Prao Jr., José de souza Martins, Geografia agrária, Campesinato

Resumo

A centralidade do artigo permeia algumas das principais ideias das obras de Caio Prado Jr. e José de Souza Martins. Tem como perspectiva discutir como estas contribuíram para a construção da Geografia Agrária brasileira. Iniciamos com Caio Prado Jr a partir das obras Formação do Brasil Contemporâneo, A Questão Agrária Brasileira, e A revolução brasileira, entendendo que são anteriores às obras de José de Souza Martins. Sua teoria principal é a de que não houve feudalismo no Brasil, e a partir daí se desenvolveu sua noção de regionalização e Reforma Agrária. Num segundo momento trouxemos as obras de José de Souza Martins, O Cativeiro da Terra e Camponeses e a Política no Brasil, com as quais analisamos sua teoria do campesinato no Brasil, que em parte foi fundamentada nas análises de Prado, assim como sua atuação e postura frente aos movimentos sociais do campo e sua sensibilidade com estes. Num último momento, relacionamos as obras dos autores com a construção da Geografia Agrária, partindo da noção de que há uma estrutura cronológica da contribuição de Caio Prado, apropriada por José de Souza Martins que, reformulada, abriu portas para uma continuidade da compreensão e atenção às questões culturais e socioeconômicas do Brasil colônia, assim como seus reflexos no Brasil contemporâneo.

Referências

ANDRADE, Manuel Correia. A terra e o homem no Nordeste. 1.ed São Paulo. Brasiliense, 1963.

BERNINI, Carina Inserra. De posseiro a assentado: a reinvenção da comunidade do Guapiruvu na construção contraditória do assentamento agroambiental Alves, Teixeira e Pereira, Sete Barras-SP. 2009. Dissertação (Mestrado em Geografia Humana) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. doi:10.11606/D.8.2009.tde-02022010-151735.

BOMBARDI, Larissa Mies. O papel da geografia agrária no debate teórico sobre os conceitos de campesinato e agricultura familiar. GEOUSP:Espaço e Tempo, São Paulo, n. 14, 2003.

______. Campesinato, luta de classes e reforma agrária.2005. Tese (Doutorado em Geografia Humana) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.

FERNANDES, Luís EduardoRocha Maia. Primavera foi inexorável? Caio Prado Jr., o PCB e o Golpe de 1964. 2016. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense,Niterói, 2016.

MARTINS, José de Souza. Os camponeses e a política no Brasil: as lutas sociais no campo e seu lugar no processo político. Petrópolis: Vozes, 1981.

______. O Cativeiro da Terra. São Paulo: Editora Contexto, 2018.

MARQUES, Marta. Inez Medeiros; SUZUKI, Júlio Cesar (Org.). Geografia Agrária: teoria e poder. São Paulo: Expressão Popular, 2007.

MEDEIROS, Rosa Maria Vieira. Manuel Correia de Andrade e a questão agrária brasileira. Revista Especial - UFAL, Maceió, v. 3, n. 1, p. 191-203, ago. 2013.

MELO, Alfredo Cesar B. de. Raça e Modernidade em Formação do Brasil contemporâneo, de Caio Prado Jr. RevistaBrasileirade Ciências Sociais., São Paulo, v. 35, n.102, jan. 2020. https://doi.org/10.1590/3510215/2020.

PERICÁS, L. B. Caio Prado Júnior: uma biografia política. São Paulo: Boitempo, 2016.

PRADO JR., Caio. A Questão Agrária. 4.ed. São Paulo, Brasiliense, 1979.

. Formação do Brasil contemporâneo. São Paulo: Companhia das Letras. Edição do Kindle.

. Evolução Política no Brasil e outros Ensaios. São Paulo: Editora Brasiliense, 1963.

______. História Econômica do Brasil. São Paulo: Editora Brasiliense, 1970.

______. A Revolução Brasileira. São Paulo: Editora Brasiliense, 1966.

PRIETO, Gustavo Francisco.Rosa Luxemburgo e a expansão imanente do capitalismo: destruição, resistência e recriação dos territórios e das relações não capitalistas. GEOUSP: Espaço e Tempo (Online). São Paulo, n21, v3, p. 812-829, 2018.https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2017.99827

VIVA, Roda. Entrevista com José de Souza Martins. 2001. Disponível em: TV cultura online <https://tvcultura.com.br/playlists/48_roda-viva-arte-e-cultura_W- 54wmBQysw.html>

SOTO, William Héctor Gómez. Sociologia e história na obra de José de Souza Martins. Sociedade e Estado. Brasília, v.31,n.spe, p.1051-1070, 2016. https://doi.org/10.1590/s0102-69922016.0spe0011.

OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino. Modo de Produção Capitalista, Agricultura e Reforma Agrária. São Paulo: FFLCH, 2007, 184p.

Downloads

Publicado

14/07/2022

Como Citar

Freitas, R., & Inserra Bernini, C. (2022). As Contribuições de Caio Prado Jr. e José de Souza Martins para a Geografia Agrária brasileira. Boletim Paulista De Geografia, 1(106), 97–119. Recuperado de https://publicacoes.agb.org.br/index.php/boletim-paulista/article/view/2207