A dupla ofensiva do agronegócio sobre a educação

fechamento de escolas e disputa político-ideológica

Autores

Palavras-chave:

Agronegócio, Educação, Hegemonia

Resumo

O presente artigo analisa a dupla ofensiva do agronegócio sobre a educação nas últimas décadas no Brasil. Abordando a construção da hegemonia do agronegócio com base em categorias gramscianas, analisamos a influência do agronegócio sobre o fechamento de escolas no campo e um conjunto de iniciativas no campo educacional. Para analisar a expansão do agronegócio utilizamos dados do IBGE sobre o crescimento de três produções estratégicas para o agronegócio: soja, cana-de-açúcar e bovinos. Também analisamos o fortalecimento político do agronegócio com base na evolução da representação parlamentar vinculada à Frente Parlamentar da Agropecuária. Para analisar o fechamento de escolas no campo nos baseamos em dados do INEP. A partir de pesquisa bibliográfica e acompanhamento da mídia nos debruçamos sobre as ações educacionais do agronegócio. Concluímos que a dupla ofensiva sobre a educação é parte relevante da construção da hegemonia do agronegócio, contribuindo para bloquear o debate sobre a reforma agrária, a devastação ambiental e a violência contra os povos do campo.

Referências

ALENTEJANO, P. R. R. A hegemonia do agronegócio e a reconfiguração da luta pela terra e reforma agrária no país. Caderno Prudentino de Geografia, Presidente Prudente, Dossiê “Conjuntura no Brasil: retrocessos sociais e ações de resistência, n. 42, v. 4, dez, 2020. p. 251-285.

________. As políticas do governo Bolsonaro para o campo: a contrarreforma agrária em marcha acelerada. REVISTA DA ANPEGE, v. 16, p. 351-390, 2020a.

BIBIANO, G. L.; SOUZA, F. E. Dicotomias e Territórios em disputa no fechamento de escolas no campo das mesorregiões Leste e Norte goiano. In: Congresso de Ensino, Pesquisa e Extensão da UEG (CEPE), 2016, Pirenópolis. Congresso de Ensino, Pesquisa e Extensão da UEG (CEPE), v. 3, 2016.

BRUNO, R. Brancada ruralista, conservadorismo e representação de interesses no Brasil contemporâneo. In: MALUF, R. S.; FLEXOR, G. (org.). Questões agrárias, agrícolas e rurais [recurso eletrônico]: conjunturas e políticas públicas. Rio de Janeiro: E-papers, 2017.

CALDART, R. S. Sobre a especificidade da educação do campo e os desafios do momento atual. In: FRIGOTTO, G; CIAVATTA, M. (org). Teoria e educação no labirinto do capital. 4 ed. São Paulo, 2016. p. 317-363.

CASIMIRO, F. H. C. A Nova Direita: aparelhos de ação política e ideológica no Brasil contemporâneo. São Paulo: Expressão Popular, 2018.

CHÃ, A. M. Agronegócio e indústria cultural: estratégias das empresas para a construção da hegemonia. São Paulo: Expressão popular, 2018.

CORDEIRO, T. G. B. F. A educação do campo no confronto entre agronegócio e agricultura camponesa. In: Simpósio Internacional de Geografia Agrária, 2017, Curitiba. Anais do SINGA 2017, 2017.

CPT. Conflitos no campo: Brasil 2020. Centro de Documentação Dom Tomás Balduíno, Goiânia: CPT Nacional, 2021. 279 p.

DELGADO, G. C. Do “capital financeiro na agricultura” à economia do agronegócio: mudanças cíclicas em meio século (1965-2012). Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2012.

ELIAS, D. O meio técnico-científico-informacional e a reorganização do espaço agrário nacional. In MARAFON, G. J., RUA, J. & RIBEIRO, M. A. Abordagens teórico-metodológicas em geografia agrária. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2007.

GEOAGRÁRIA; GTAGRÁRIA AGB-RIO/NITERÓI. A nova ofensiva do agronegócio sobre a educação. GeoAgrária FFP, Rio de Janeiro, 1 de maio de 2021. Disponível em: <https://geoagrariaffpuerj.blogspot.com/>. Acesso em: 01 maio 2021.

GIRARDI, E. P. O Brasil em face aos conflitos e violências agrárias. CONFINS (PARIS), v. 501, p. 1 - 8, 2019.

GRAMSCI, A. Cadernos do cárcere. vol. 3. Maquiavel – notas sobre o Estado e a política. 6ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014.

GRAZIANO, F; NEVES, M. F. O novo mundo rural e a produção de alimentos no Brasil: Sugestões de conteúdo e uma nova abordagem para o material didático do ensino fundamental no país, 2021. Disponível em:

IBGE. Censo Agropecuário – Resultados definitivos. Anos 2006 e 2017.

IBGE. Produção Agrícola Municipal. Disponível em: <https://sidra.ibge.gov.br/pesquisa/pam/tabelas>. Acesso em 22 jun. 2021.

______. Pesquisa da Pecuária Municipal. Disponível em: <https://sidra.ibge.gov.br/pesquisa/ppm/tabelas>. Acesso em 03 jun. 2021a.

INTINI, J. M.; FERNANDES, U. F. Bancada Ruralista: a face política do agronegócio. Revista da ABRA, p. 87–96, 2013.

JUNQUEIRA, V.H; BEZERRA, M.C.S. A ideologia do agronegócio na educação básica. PERSPECTIVA, Florianópolis, v. 36, n. 4, p.-, out./dez. 2018.

LAMOSA, R. O programa Agronegócio na Escola: um estudo de caso sobre a educação ambiental empresarial nas escolas públicas brasileiras. VII EPEA -Encontro de Pesquisa em Educação Ambiental, Rio Claro-SP, 2013. p. 1-14.

MARIANO, A. S.; SAPELLI, M. L. S. Fechar escola é crime social: causas, impacto e esforços coletivos contra o fechamento de escolas do campo. In: 6º. Seminário Nacional Estado e políticas sociais 2º. seminário de Direitos Humanos, 2014, Toledo PR. Anais do 6º. Seminário Nacional Estado e políticas sociais 2º. seminário de Direitos Humanos - Unioeste, p. 1-16, 2014.

MEC/INEP. Sinopses estatísticas da educação básica 2007 a 2019. Disponível em: . Acesso em: 24 set. 2021.

NOGUEIRA, A. M.; RAMIRES, J. C. L. O agronegócio e o fechamento de escolas rurais no Brasil: algumas reflexões. In: Congresso Interinstitucional Brasileiro de Educação Popular e do Campo, 2017, Catalão. Congresso Interinstitucional Brasileiro de Educação Popular e do Campo - Conhecimento e reconhecimentos: enfrentamentos nos processos de institucionalização. Catalão: UFG- Regional de Catalão, p. 1-15, 2017.

POMPEIA. C. Concertação e poder: o agronegócio como fenômeno político no Brasil. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 35, n. 104, p.1-17, 2020.

RAMOS, C. S. Governo paulista revisará conteúdo de material escolar sobre agronegócio. São Paulo: Valor Econômico, 2022.

SISTEMA FAEP. Programa Agrinho. Disponível em: <https://www.sistemafaep.org.br/agrinho/>. Acesso em: 20 de Ago. de 2021.

TAFFAREL, C. N. Z.; MUNARIM, A. Pátria educadora e fechamento de escolas do campo: o crime continua. Revista Pedagógica, Chapecó, v. 17, n. 35, p. 41-51, maio/ago. 2015.

Downloads

Publicado

2022-09-14

Como Citar

ALENTEJANO, P.; CORDEIRO, T.; LINES, R.; SILVA, L.; LINHARES, I. A dupla ofensiva do agronegócio sobre a educação: fechamento de escolas e disputa político-ideológica. Terra Livre, [S. l.], v. 2, n. 57, p. 433–470, 2022. Disponível em: https://publicacoes.agb.org.br/terralivre/article/view/2320. Acesso em: 28 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos